«

»

mar 19

Psicoterapia Integrativa e a Compreensão do Sistema Familiar

Independente das razões,  quando o paciente busca psicoterapia, o mesmo traz consigo suas interações e processos familiares, carregados de  internalizações, conflitos, vínculos adoecidos, comportamentos apreendidos,  crenças e tantas outras vivências, incluindo as mudanças do ciclo vital da família. Entre as family-1139096__180internalizações de maior relevância, estão os pais, que são as  figuras que representam o primeiro vínculo afetivo e a base para as diferentes relações estabelecidas ao longo da vida.  As necessidades emocionais são preenchidas ou não através destas  relações primárias. O individuo aprende a se ver, reconhecer-se e relacionar-se a partir das interações familiares.  Não há pessoa que se constituí sem pai e mãe. Mesmo que sejam figuras ausentes ou distantes, existem representações atribuídas à outras relações que simbolizam tais papéis.

A compreensão das internalizações de figuras importantes e da dinâmica familiar é um instrumento relevante para entendimento acerca do funcionamento da personalidade, dificuldades interpessoais, pensamentos , sentimentos e comportamentos do images (18)paciente. Esta compreensão possibilita reflexões que favorecem  a resignificação de vinculos e afetos  adoecidos, bem como a detecção de padrões repetitivos  que se deslocam também para outras relações e situações fora do contexto familiar. Entende-se por padrões repetitivos  situações que se repetem, dentro e fora do sistema familiar, incluindo a relação terapêutica .

A dinâmica familiar corresponde ao funcionamento global da família e seus arranjos para tentativas de equilíbrio e resolução dos conflitos. São analisados papéis e funções que o paciente desempenha no sistema familiar, o modo como se relaciona com travel-933171__180outros membros da família e vice versa. Além do entendimento relacionado às relações e figuras parentais, é importante também conhecer as etapas do ciclo familiar para identificar em que fase o paciente se encontra. Esta identificação auxilia na contextualização da queixa, conflitos e problemas trazidos ( mesmo quando não há relação com a família ), pois são estágios de extrema importância desenvolvimental, no modo do paciente pensar, sentir e se comportar. Entre as fases do ciclo vital da família estão os processos holding-hands-918990__180de diferenciação familiar, individuação do adulto , casamento, nascimento dos filhos, filhos pequenos, filhos adolescentes e o chamado ninho vazio ( saída de casa dos filhos ). Também fazem parte os processos de separações, recasamento, doença e a perda por morte de um familiar.

A psicoterapia integrativa inclui a compreensão  sistemica ( e seus processos desenvolvimentais )  utilizando este entendimento  como uma das ferramentas que orientam o trabalho terapêutico. Contextualizar o paciente e seus problemas, utilizando a compreensão sistêmica como uma das ferramentas capazes de auxiliar o tratamento, não significa tratar a família. Não se trata de Terapia familliar pois  o trabalho é individual e direcionado ao nature-981241__180paciente.  Trata-se apenas de mais uma linha de entendimento que complementa e auxilia o tratamento , abrindo possibilidades para reflexões acerca das questões familiares e mudanças relacionadas ao sistema. Com o auxilio do terapeuta, é possível que o paciente faça importantes resignificações de internalizações negativas , elaborando  conflitos não resolvidos e revivendo as tarefas psicológicas não cumpridas satisfatoriamente de suas fases desenvolvimentais.

Vanessa Ebeling

Psicóloga – CRP 07/19327

Especialista em Psicoterapia Clínica – Técnicas Integradas

Especialização em Terapia de Casal e Sexualidade ( em formação)

Sharevar hupso_services_t=new Array(“Twitter”,”Facebook”,”Google Plus”,”Linkedin”,”StumbleUpon”,”Digg”,”Reddit”,”Bebo”,”Delicious”); var hupso_toolbar_size_t=”medium”;var hupso_url_t=””;var hupso_title_t=”Psicoterapia Integrativa e a Compreensão do Sistema Familiar”;

movie Colossal 2017

Share